no

Moradores relatam problemas de água e esgoto em PG

Problemas de abastecimento e de esgoto têm sido as principais reclamações de moradores dos mais diversos bairros de Ponta Grossa. As reclamações concentram em vazamentos de esgoto, além da água suja que sai das torneiras.

Há cerca de um ano, um barranco caiu em frente à casa da dona de casa, Irani Camargo, na vila Santo Antônio, e, desde então, problemas com esgoto têm afetado toda a família. "O cano de esgoto estourou e a água transborda para dentro da nossa casa em dias de chuva. Já ligamos na Sanepar e eles me dizem que vão verificar a situação e, até o agora, nada foi feito", disse a moradora.

O problema se estende para a rua Sertanópolis, no Parque Auto Estrada, onde mora a família da Josiane Gomes de Camargo. Segundo a moradora, uma valeta foi aberta na rua, há cerca de dois meses, fator que provocou problemas na rede de esgoto na via.

"Os próprios vizinhos instalaram aqui uma valeta provisória e a rede de esgoto estourou. Desde então, enfrentamos problemas com água parada, mau cheiro e riscos de dengue. Temos crianças pequenas e ficamos apreensivos que elas sejam contaminadas", apontou.

Valeta na rua Sertanópolis causa preocupação com doenças. (Foto: José Aldinan)

 

Água

Patrícia Gehr é moradora do bairro de Uvaranas e levou um susto, na tarde da última quarta-feira (5), quando abriu a torneira da pia e se deparou com a cor da água totalmente escura. A moradora conta que a Sanepar havia cortado o abastecimento por conta de obras na região.

"A água voltou, por volta das 17h30, e estava cheia de terra. Liguei na empresa e fui informada de que eles haviam trocado um cano. Eu morei no Centro durante 29 anos e obras como essas sempre aconteciam, no entanto, nunca vi algo como esse da água voltar suja dessa forma", comenta.

Patrícia relata ainda que a água ficou mais clara cerca de uma hora depois, mas o problema na caixa d'água continuou. "A minha caixa está cheia de terra. A Sanepar me disse que iria mandar alguém para fazer a limpeza, mas até agora nada", disse.

Sanepar

A reportagem do DC procurou a Sanepar para falar sobre todas as reclamações feitas pelos moradores de Ponta Grossa. Com relação à vila Santo Antônio, a empresa informou que teve conhecimento do problema e enviou uma equipe no local para verificar e solucionar o problema.

Com relação à rua Sertanópolis, a Sanepar confirmou que a valeta teria sido aberta por um morador da região e, por conta disso, não houve escoamento da água. O responsável, segundo a empresa, será notificado e a empresa garantiu que resolverá o problema.

Em nota, a empresa também se pronunciou à respeito da água suja no bairro de Uvaramas. De acordo com a companhia, houve uma parada programada, com comunicação prévia, na última quarta (5) no bairro de Uvaranas.

"Nessas situações, após o serviço, a Sanepar faz descarga na rede e isso pode ter sido o motivo da coloração da água. A equipe de campo irá até o imóvel para fazer nova descarga de rede no local e coletar de água para análise", comunicou a empresa.

Reunião

Ainda na tarde de quinta-feira (6), a Sanepar participou de uma reunião com líderes comunitários e moradores do bairro Chapada. O encontro foi para esclarecer dúvidas em relação ao contrato de programa. A reunião foi um pedido da própria comunidade após uma audiência realizada na Câmara de Vereadores.

Tribunal de Contas

Nesta semana, o Tribunal de Contas do Estado homologou a expedição de 43 recomendações para que a Sanepar melhore seus serviços de tratamento de esgoto, passando a obedecer plenamente às normas ambientais sobre o assunto.

Entre as recomendações feitas pelo TCE destacam-se a revisão do sistema tecnológico de tratamento predominante nas estações de esgoto; adoção de medidas gerenciais para fortalecimento do compromisso ambiental da empresa; planejamento de novos investimentos ligados ao esgotamento sanitário; revisão do modelo de certificação da empresa; e observância da neutralidade e da transparência na divulgação do passivo ambiental e na comunicação com o mercado.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Sindicato irá denunciar Prefeitura de PG ao Tribunal de Contas

HU deixa de oferecer cirurgias eletivas