Vídeos

Mulher é morta pelo marido na frente dos filhos em PG

Uma mulher de 30 anos foi morta a facadas pelo próprio marido na madrugada de quinta-feira (19). O crime aconteceu na residência onde o casal morava, no bairro de Uvaranas, em Ponta Grossa. De acordo com informações da Comunicação Social da Polícia Militar, uma discussão teria levado o agressor de 42 anos a matar a esposa na frente dos filhos.

Segundo a polícia, o crime começou no quarto do casal. Neste cômodo a vítima foi atingida pelos primeiros golpes de faca. "Ela gritou por socorro e o filho dela, de 12 anos, enteado do autor, ouviu a mãe e correu para tentar defendê-la. Mas acabou atingido por duas facadas pelo padrasto", informou a PM.

 

Fábio Matavelli
Vítima percorreu os cômodos da casa pedindo por socorro

 

A mulher tentou fugir e correu para o lado de fora da casa, mas foi alcançada e esfaqueada por diversas vezes. "Um vizinho teria ouvido os gritos de socorro e chamou o irmão da vítima. Ele tentou socorrê-la, mas foi impedido e ameaçado de morte", relatou a polícia.

Moradores da região acionaram o Corpo de Bombeiros, Samu e a Polícia Militar para prestar atendimento. Ao chegar ao local, os socorristas encontraram a mulher já sem vida caída na porta de casa.

Na residência estavam outras quatro crianças, entre elas, um bebê de sete meses. Elas foram resgatadas pela avó materna e encaminhadas para a casa de familiares. O menino de 12 anos foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital Universitário Regional de Ponta Grossa. Apesar do susto, ele não corre riscos de morte. Uma equipe formada por assistentes sociais, psicólogo e Conselho Tutelar já foram mobilizadas para prestar atendimento à criança.

Prisão

O acusado foi preso em flagrante momentos após o crime. Segundo informações da Comunicação Social da PM, ele estava trancado dentro do banheiro da casa e com a faca nas mãos.

Os policiais conversaram com o autor que se rendeu em seguida. O homem recebeu voz de prisão, mas na ocasião não respondeu as perguntas sobre o que teria motivado o crime. A faca utilizada por ele apreendida pela Polícia Científica.

O delegado Flávio Zanin, responsável por interrogar o homem na delegacia, confirmou que o crime teria acontecido durante uma briga conjugal. "O suspeito alegou que a esposa teria investido contra ele e a partir disso houve a troca de agressões e o assassinato da vítima", relatou.

Ainda segundo Zanin, o homem será autuado por homicídio triplamente qualificado, irá responder pelo crime de feminicídio e ainda por tentativa de homicídio e ameaças. Na tarde de quinta, o autor foi encaminhado para audiência de custódia.

))))))))))))))))

Identificação

Esta reportagem optou pela preservação dos nomes tanto das vítimas quanto do acusado pelo crime. A medida é por questões de segurança, principalmente, por envolver os filhos do casal, todos menores de 18 anos.