Política

Na Alep, semana foi de estruturação 

(Foto: Arquivo DC)

Na Alep, a primeira semana de trabalho tem sido dividida entre a estruturação dos gabinete e atividade legislativa. Além da eleição da presidência e da Mesa Diretora, a semana foi de definição das lideranças partidárias e início da composição das comissões permanentes. Da região, quem tomou posse e inicia os trabalhos na nova legislatura são os deputados Plauto Miró Guimarães (DEM), que está no oitavo mandato e Mabel Canto (PSC), em seu primeiro mandato.

Plauto explica que a primeira semana foi de mudanças. "Houve mudança de gabinete, instalação de computador, sistema de comunicação. Também foi um período de adaptação ao cargo de vice-presidente, que tem atribuições diferentes da primeira secretaria, que até então ocupava internamente", explica. Plauto já se reuniu com diversas lideranças e prefeitos e confirmou que tem vários projetos sendo preparados e que nos próximos dias serão protocolados. Na vice-presidência, ele destaca que as atribuições administrativas da Casa, a partir de agora, serão menos intensas para ele, e assim haverá mais tempo para atuação em Plenário.

Plauto Miró Guimarães iniciou os trabalhos na vice-presidência da Alep (Dálie Felberg/Alep)

Mabel Canto, por sua vez, viajou de Ponta Grossa a Curitiba entre segunda e quarta-feira (4 e 6) com sua equipe. Ela destaca que a primeira semana foi de muito trabalho, com estruturação do gabinete na Alep e do escritório regional em Ponta Grossa. "Além disso, na terça-feira realizei meu primeiro discurso na tribuna da Alep. Falei sobre o fato de ser a primeira mulher eleita deputada estadual da região, a responsabilidade e privilégio que isso representa. Também apresentei meu primeiro requerimento solicitando informações junto à Paranaprevidência". Mabel quer saber sobre a possível existência de acordo judicial, composição ou ato normativo referente à pagamento de dívida do Poder Executivo e também informações da atual situação financeira do Paranaprevidência. Ela afirma que também trabalha na elaboração de projeto, que deve protocolar nos próximos dias.

Mabel Canto usou a tribuna e pediu informações sobre Paranaprevidência ((Sandro Nascimento/Alep)