Variedades

O que considerar antes de aceitar um emprego em outra cidade?

A vida profissional de todas as pessoas pode incluir aventuras e boas experiências. Independentemente da função, é sempre possível aprender mais e usar todo este conhecimento para crescer e criar uma carreira sólida, que poderá ser o principal cartão de visita para ir mais longe, seja na vida pessoal, seja geograficamente.

Uma oportunidade de emprego em um lugar mais distante é sempre muito tentadora, porque ela traz a ideia de recomeço e adoção de atitudes diferentes. Ou seja, a experiência de mudar de cidade muitas vezes vai muito além da carreira, já que ela inclui viver uma nova aventura e desvendar um novo lugar, não apenas como visitante, mas também como parte daquela comunidade, pois você estará trabalhando ali e ajudando o lugar a se desenvolver.

Divulgação

Primeira dúvida: vale a pena?

Vários fatores devem ser considerados no momento de descobrir se vale a pena mudar de cidade pelo trabalho. O primeiro que seduz um trabalhador costuma ser a nova oportunidade de crescimento e um salário maior. Algumas empresas acabam até mesmo oferecendo mais benefícios para que o profissional consiga se estabelecer na nova cidade, e toda esta facilidade pode ser decisiva.

No entanto, é essencial avaliar muito bem a sua própria situação. Tente analisar como está o seu momento, se a experiência será positiva e irá agregar valor tanto ao seu currículo quanto à sua vida pessoal, além de considerar quanto tempo você pretende ficar e quais são as chances de você se adaptar bem ao lugar. Se a “outra cidade” incluir também uma mudança de país, por exemplo, avalie o clima da região, os preços e tudo aquilo que interferirá diretamente no seu dia a dia.

Uma mudança implica em um impacto também na sua vida social, profissional, familiar e financeira. Porém, isso não deve ser visto como algo assustador, mas sim como mais um desafio comum a todos os profissionais que buscam melhores oportunidades, procurando não se acovardar pelas dificuldades que podem aparecer. Portanto, tente sempre responder a essa pergunta: é o momento de passar por esse desafio?

Com a internet, ficou muito mais fácil tomar uma  decisão, pois você pode pesquisar mais sobre a cidade antes mesmo de conhecê-la, além de permitir que você esteja mais presente na vida das pessoas que não poderão mudar com você ou sequer fazer visitas mais frequentes.

O que ajeitar antes de se mudar

Mudar de cidade exige planejamento para que tudo transcorra bem e você esteja mais seguro. Assim, você também acaba economizando em custos e evita muitas preocupações que podem ser prevenidas quando você escolhe os melhores profissionais para ajudá-lo.

Em alguns lugares, por exemplo, você encontrará imobiliárias que pedem 10 meses de aluguel adiantado. Mas não desanime, pois sempre é possível encontrar a melhor opção quando você procura com certa antecedência. Além disso, você pode negociar com a empresa contratante para que ela já acerte algumas questões e ofereça o apoio financeiro para essa mudança - como um tempo em um hotel até achar o local adequado, principalmente porque é importante conhecer a dinâmica da região antes de assumir um compromisso tão duradouro quanto pode ser o aluguel de um imóvel. Veja também se a empresa pode ser sua fiadora ou já prepare alguns meses de caução.

Para fazer a mudança, você pode encontrar empresas que oferecemserviços de maneira confiável e econômica. Algumas delas “combinam” mudanças para que o caminhão possa ser utilizado tanto na ida quanto no retorno, deixando os custos ainda menores. Por exemplo, se você vai mudarde Ponta Grossa, é possível encontrar uma empresa que esteja fazendo uma mudança entre o Ponta Grossa e outra cidade, que será seu lugar de chegada, assim você pagará apenas as despesas da “ida” do caminhão, já que a outra pessoa contratante irá pagar pelo retorno. Antes de contratar um serviço desses para levar seu carro, faça uma avaliação do veículo para recorrer ao seguro em caso de possíveis danos.

Quando for separar o que levar, leve o necessário, além daquilo que faz com que você se sinta em casa. Depois que já estiver bem adaptado, você pode levar todo o resto - que pode ser guardado na casa de amigos e familiares ou em um depósito.

Para ter mais segurança e estabilidade, negocie com a empresa um contrato com um tempo mínimo e multa em caso de rescisão. Desta maneira, você poderá mudar com a certeza de que não ficará um tempo curto demais em relação aos custos da mudança.

Deixe as portas abertas

Por fim, o mais importante é sair do seu antigo emprego deixando as portas abertas. Se for possível, ao pedir a demissão, proponha um acordo para que eles não fiquem na mão. Assim, você passa a imagem de um profissional preocupado e dedicado. Mesmo que não seja possível continuar trabalhando lá por mais tempo, disponha seu contato para que o novo funcionário consiga tirar dúvidas diretamente com você, além de enviar uma mensagem para todos avisando da sua saída e agradecendo pelas oportunidades.