Cidades

Pacientes contaminados apresentam quadro estável em PG

Os três pacientes contaminados pelo Covid-19 em Ponta Grossa apresentam quadro estável. De acordo com a Fundação Municipal de Saúde (FMS), os dois novos casos confirmados na cidade, anunciados na tarde de quarta-feira (26), pela Secretaria Estadual de Saúde, são de duas mulheres que viajaram para o exterior e que já estavam em monitoramento.

"São dois casos que já estavam sendo monitorados e acompanhados. Em um deles, a paciente está em sua casa e está sendo monitorada. No outro caso positivado, a paciente está em observação e é um quadro que merece acompanhamento. Já o primeiro caso, anunciado na última semana, o paciente está bem e em casa", informou o médico e secretário-adjunto da FMS, Rodrigo Manjabosco.

De acordo com Manjabosco, daqui pra frente, novos casos irão surgir, por isso, é importante que as pessoas continuem com as orientações repassadas pelo Município. "Primeiramente, essas pessoas que positivaram para a doença devem ter a responsabilidade de manter a quarentena. Pois essa população positiva pode aumentar o número de contágio e positivar novos pacientes", explica.

A intenção, segundo o secretário, é evitar ou diminuir a velocidade de contágio do vírus. "Ponta Grossa mantém algumas condutas seguindo as orientações do governo do Estado e que está alinhado com o Ministério da Saúde. Ainda recomendamos o fechamento do comércio, o isolamento social, os cuidados com a higiene das mãos, a etiqueta respiratória e o afastamento das pessoas idosas; pacientes imonudeprimidos e asmáticos ou que estejam em algum tratamento grave".

Por fim, Manjabosco alerta para que as pessoas não tenham a falsa sensação de que a situação está melhorando. "É o início de um processo ainda. Por enquanto, os casos confirmados são de pessoas que tiveram contato com o exterior e nós queremos que a população não tenha contágio interno. Portanto, o isolamento ainda é muito importante e deve ser respeitado. Nós estamos providenciando as medidas necessárias e tomando as decisões mais acertadas", finaliza o secretário.