Cidades

Pais, professores e autoridades alertam para brincadeira mortal

Queda pode causar graves sequelas

Uma brincadeira está mobilizando autoridades, pais de alunos e equipes pedagógicas de ensino em todo o País. A chamada “rasteira” ou “quebra-crânio” consiste em pegar o colega de surpresa, dando uma rasteira que tem, como consequência, sua queda com forte impacto da cabeça no chão.

A Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) emitiu uma nota, na qual alerta pais educadores sobre o problema. “Esta queda pode provocar lesões irreversíveis ao crânio encéfalo”, detalha a SBN, lembrando que uma queda como essa pode levar à morte.

Instituições de ensino em todo o país estão se manifestando a respeito, e buscando dar a melhor orientação aos estudantes, para evitar a brincadeira. O prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, também se manifestou nas redes sociais, destacando que o assunto é grave, com a hashtag #RasteiraNãoéBrincadeira.