Esportes

Paraná perde para o Atlético Goianiense e se complica para o acesso

O Paraná Clube perdeu para o Atlético Goianiense por 1 a 0, no Antônio Accioly, e depende de uma série de combinações para ainda sonhar com o acesso. “O time lutou. Foi no seu limite. Porém, num contragolpe, eles decidiram o jogo”, destacou o técnico Matheus Costa. “Nossa tarefa, agora, é buscar o melhor desempenho possível e, quem sabe, fechar o ano com 60 pontos”, disse.

Precisando de uma vitória, o Paraná iniciou o jogo bem postado e com algumas investidas pelos lados do campo. Em especial pela esquerda, com Guilherme Santos. Em um bom cruzamento do lateral, aos 13 minutos, a zaga conseguiu o corte antes da chagada de Jenison. Aos poucos, porém, o Atlético conseguiu se impor e passou a pressionar a meta do goleiro Alisson.

Aos 25 minutos, Pedro Raul apareceu pela esquerda e bateu cruzado. A bola foi interceptada por Luiz Otávio. Logo depois, o centroavante do Dragão escorou, de cabeça, um cruzamento de Nicolas: defesa sensacional de Alisson, mandando pela linha de fundo. No final do primeiro tempo, o Tricolor fez Kozlinski trabalhar. Aos 42, Bruno Rodrigues recebeu, ajeitou e mandou a bomba. O goleiro espalmou. Aos 44, Guilherme cruzou e Jenison cabeceou no canto, para nova defesa do goleiro.

O Paraná começou o segundo tempo arriscando mais. Jenison fez a jogada pela direita, mas Bruno Rodrigues não alcançou o cruzamento. Só que não demorou para o Atlético assumir o controle das ações. Jorginho, aos 14 minutos, bateu cruzado e acertou a trave. Matheus Costa tentou dar mais dinâmica ao time com as entradas de Vitinho e Judivan. Do outro lado, Barroca colocou em campo Matheusinho.

O Atlético se lançou à frente e, num lance entre Éder Sciola e Jorginho, o árbitro marcou pênalti. Pedro Raul foi para a cobrança, mas Alisson mostrou toda sua qualidade defendendo no canto direito, aos 27 minutos. O Tricolor, então, tentou atacar o adversário. Só que aos 33 veio a ducha fria. Após escanteio para o Paraná, Kozlisnski defendeu cabeceio de Rodolfo e armou o contra-ataque. Matheusinho recebeu à frente e não perdoou: 1x0.

A partir daí, os donos da casa administraram a vantagem e, apesar do esforço, o Paraná não conseguiu reverter o placar. Agora, o time de Matheus Costa volta a campo na próxima terça-feira, quando encara o Criciúma, em Santa Catarina.