Política

Pauliki dialoga com moradores de nove cidades e apresenta metas como deputado federal

(Foto: Divulgação)

Nesta semana, o deputado estadual Marcio Pauliki, que concorre nestas eleições a deputado federal, está percorrendo e conversando com moradores de nove cidades do Paraná. Pauliki quer ouvir as demandas da população e apresentar suas ideais e projetos para representar a sociedade paranaense em Brasília. Estão sendo visitadas os munícipios de Fernandes Pinheiro, Irati, Rebouças, Rio Azul, Paulo Frontin, General Carneiro, União da Vitória, Paula Freitas e São Mateus do Sul.

Nessas cidades, o total de repasses encaminhados por intermédio do Pauliki nos últimos quatro anos somou R$ 73.215.659,60. Esse montante corresponde aos valores repassados via emendas parlamentares e via Nota Paraná Solidária, projeto idealizado e apresentado por Pauliki que destina as os recursos de notas fiscais sem CPF para entidades e instituições sem fins lucrativos.

O valor também incluiu o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) das empresas contempladas pelo Paraná Competitivo. Foi Pauliki o autor do requerimento que autorizou a antecipação do ICMS aos municípios.

Pauliki tem destacado a importância da ampliação do projeto Nota Paraná. Como deputado federal, ele tem como uma das metas lutar pela ampliação do programa Nota Solidária na esfera federal. “Os bons resultados do programa devem ser utilizados como base e argumento técnico para buscar também repasses de impostos federais como o PIS/Confins para as entidades”, explica.

Candidato ficha limpa e honesto, Pauliki também irá regulamentar a criação de Distritos Industriais Regionais para ampliar a geração de emprego e renda. Ele também traça metas para estabelecer políticas públicas para a capacitação de jovens para o primeiro emprego e para a recolocação profissional de idosos que desejam voltar ao trabalho.

“Quero ser o representante da população para ajudar no desenvolvimento social e econômico de nosso estado, investindo e melhorando a qualidade de vida de todos os paranaenses”, afirma Pauliki.