Cidades

PG determina ampliação de cemitério para casos de morte por Covid-19

Orientação está no decreto municipal
(Foto: Arquivo DC)

O decreto 17.144 suspendeu diversas atividades em Ponta Grossa, como forma de prevenir o avanço de contágio pelo novo coronavírus (Covid-19). Ainda assim, existe praticamente o consenso das autoridades no que se refere a óbitos que estão para ser registrados devido à doença. Por esse motivo, o nono item do decreto prevê medidas que incluem a ampliação do cemitério municipal Vicentino, no bairro Uvaranas.

Conforme detalhado o texto, o município resolve “IX. DETERMINAR ao Serviço Funerário Municipal a ampliação do número de sepulturas no Cemitério Vicentino para garantir o imediato

sepultamento em caso de óbito por Covid-19”. O decreto não estabelece o número de novas sepulturas que devem ser criadas.

Um anexo, publicado também em diário oficial deste sábado (21), detalha como devem ser os procedimentos dos serviços de necrotério, necropsia, preparo de cadáveres, velórios e translado, tendo como principal preocupação o possível contágio de pessoas pela proximidade com os corpos de vítimas fatais da Covid-19.

Entre as orientações aos profissionais que atuam nesses segmentos, está o uso de gorro, óculos, mascara cirúrgica, aventais e luvas descartáveis durante qualquer manipulação de cadáver. A forma de descarte ou desinfecção dos itens de EPI também é descrita no texto.

Serviço e familiares

A instituições na qual a vítima tiver ido a óbito deverá comunicar a serviço funerário quando houver suspeita ou confirmação de morte por infecção pelo novo coronavírus. Os familiares também são orientados a evitar tocar o corpo e, se o fizerem, imediatamente higienizar as mãos.

Saiba mais sobre o decreto, que também fecha pontos de comércio e restringe serviços