PG 193 anos

PG tem quase R$ 3 bilhões em investimentos em andamento

Nos últimos quatro anos, 40 novas empresas anunciaram instalação no Município, além de grandes investirem em ampliações

Só nos últimos quatro anos, Ponta Grossa soma mais de R$ 2,75 bilhões em investimentos industriais. São empresas que estão se instalando no Município ou ampliando suas bases. São 43 empreendimentos que juntos responderão por 3.379 empregos diretos. A maioria, 40, são novos empreendimentos.

Apesar do cenário de crise política e econômica, no ano passado foram anunciados mais de R$ 545,3 milhões em investimentos, o que correspondem a 797 postos de trabalho.

Para os próximos meses, os investimentos confirmados somam R$ 773,03 milhões, com previsão de abertura de 1.955 vagas de emprego.

Entre os investimentos mais representativos nos últimos anos se destacam duas grandes obras de ampliação: Tetra Pak, com R$ 200 milhões, e Heineken, com R$ 400 milhões aplicados na nova área da fábrica, inaugurada em agosto último.

Das novas indústrias, DAF Caminhões, que investiu na casa de R$ 400 milhões no distrito industrial Norte (saída para Castro) e Ambev, cervejaria de aproximadamente R$ 1 bilhão.

Para o prefeito, Marcelo Rangel, “os indicadores de indústria, do comércio e do setor primário, através da arrecadação de ICMS, demonstram claramente que a cidade de Ponta Grossa tem um crescimento com sustentabilidade, e vigoroso em todos os setores. Através da indústria aquecemos mercado imobiliário, e através do setor primário melhoramos no comércio”, diz.

O prefeito considera este um grande momento de expansão. “Ponta Grossa vive, neste momento, um processo de expansão e de progresso que ficará registrado na história, entre outros motivos, pelo ciclo da industrialização cervejeira, marcado pelas duas multinacionais – Ambev e Heineken – que irão impulsionar ainda mais o Produto Interno Bruto (PIB) industrial em nossa cidade. Além disso, tivemos outras 40 indústrias que vieram se instalar nesse período de três anos e meio. Estamos programando, com isso, um futuro ainda mais promissor de arrecadação e aumento do potencial de investimento”, avalia.


Ambev investiu quase R$ 1 bilhão na fábrica de PG

Foto: Arquivo

Município está preparado para retomada do crescimento

Para o secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonar, o anúncio destas 40 empresas significa que o Município está conseguindo superar a crise e está preparado para o futuro.

“Com estas mais de 40 empresas em instalação, são mais de R$ 2 bilhões em investimentos, em vários setores, mesmo durante uma crise que submete o Brasil a uma séria recessão econômica. Nossa cidade, ao mesmo tempo em que não é tão intensamente afetada pela crise, estará muito mais preparada no momento em que o País retomar o seu crescimento. Estaremos na dianteira da retomada deste crescimento”, acredita.