Região

Prefeitura oferece quatro cursos técnicos profissionalizantes para adolescentes

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Palmeira)

As Secretarias de Assistência Social e de Indústria e Comércio realizaram uma parceria para viabilizar a execução do projeto ‘Capacitar para o Futuro’, o qual disponibiliza cursos técnicos profissionalizantes voltados para adolescentes, de maneira gratuita. O objetivo é formar até 100 adolescentes em situação de vulnerabilidade social e econômica nos quatro cursos disponibilizados, sendo que 20% dos inscritos estão inseridos em programas sociais.

Aulas de dois cursos já foram iniciadas, porém as inscrições podem ser feitas até esta sexta-feira (9), caso as vagas ainda estejam disponíveis. Os cursos de Auxiliar Administrativo e de Torneiro Mecânico já estão em andamento desde segunda-feira (5) e terça-feira (6), respectivamente.

Para realizar a inscrição basta ir até o Senai, localizado na PR 151, na antiga Estação Ferroviária, munido de RG, CPF, comprovante de residência e RG da mãe. No dia 16 de setembro terão início as aulas para o curso de Agente de Inspeção de Qualidade e no dia 14 de outubro será a vez do curso de Almoxarife.

Para os cursos de Auxiliar Administrativo, Agente de Inspeção de Qualidade e de Almoxarife, a escolaridade mínima exigida é ensino médio incompleto e idade de 15 a 18 anos. Já para o curso de Torneiro Mecânico pode ser feito por alunos com ensino fundamental incompleto e idade entre 16 e 18 anos. A carga horária de cada um dos quatro cursos é de 160 horas.

Jaudeth Ramos Hajar, secretário de Indústria e Comércio, destaca que o objetivo do Município é inserir os adolescentes em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho. “É o mínimo que podemos oferecer a todos os indivíduos para dar um passo importante em direção ao mundo adulto. Além da formação de grandes profissionais, também buscamos formar grandes pessoas”, disse.

A realização destes cursos é feita através de deliberação do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), com recursos na modalidade fundo a fundo, do Fundo Estadual para Infância e Adolescência para o fundo Municipal para Infância e Adolescência. “Não receber este recurso e deixar passar a oportunidade de ofertá-los para nossos adolescentes, afrontaria os princípios que norteiam a administração pública, em especial do interesse público. Desta forma desenvolvemos economicamente nosso município e atendemos os adolescentes em situação de vulnerabilidade social”, declarou Hajar.

Iniciados

As aulas dos cursos de Auxiliar Administrativo e de Torneiro Mecânico já foram iniciadas. Laís Francine Bail, Marcos Antônio Hrentchechen e Silmara do Rocio Rodrigues Braz, representantes do Senai, além de Ezequiel Carneiro, diretor de Indústria e Comércio, Claiton José Costa, chefe de Desenvolvimento Econômico, e Joelma Aparecida dos Santos Mayer, chefe de Proteção Social Básica da Assistência Social, deram as boas-vindas aos alunos e falaram sobre a oportunidade ofertada.

“Com estes cursos pretendemos dar um norte para os adolescentes, para que eles melhorem seus currículos e possam entrar no mercado de trabalho desempenhando um bom papel. Esse é o primeiro passo para eles se profissionalizarem”, disse Mayer.