Polícia

PRF apreende três vezes mais drogas no 1º trimestre no Paraná

Total de armas apreendidas por policiais rodoviários federais mais que dobrou e o de munições cresceu 83% no estado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 16,2 toneladas de drogas no primeiro trimestre deste ano no Paraná. O resultado mais que triplicou em relação ao mesmo período de 2017, quando 4,7 toneladas foram apreendidas.

De janeiro a março deste ano, os policiais rodoviários federais apreenderam no estado 15,9 toneladas de maconha, 241 quilos de crack e 93 quilos de cocaína. No primeiro trimestre do ano passado, os agentes da PRF haviam apreendido 4,2 toneladas de maconha, oito quilos de crack e 486 quilos de cocaína. A maior apreensão de maconha foi registrada pela PRF em Alto Paraíso, na região noroeste do Paraná, no último dia 24 de janeiro, quando 7,2 toneladas foram apreendidas.

O total de armas de fogo apreendidas pela PRF em território paranaense mais que dobrou. Passou de 28 para 62 armas. E o total de munições subiu de 4.589 para 8.383 unidades, um crescimento de 82,7%.

Neste primeiro trimestre, os policiais rodoviários federais apreenderam ainda 3,9 milhões carteiras de cigarro contrabandeadas do Paraguai. O montante é 25,8% superior ao do primeiro trimestre de 2017, quando 3,1 milhões de carteiras foram apreendidas. Ao longo de todo o ano passado, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 53,1 toneladas de drogas, 21,6 milhões de carteiras de cigarro, 277 armas de fogo e mais de 42 mil munições no Paraná. 

Ao longo de todo o ano passado, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 53,1 toneladas de drogas. (Foto: PRF/Divulgação)


Apreensões da PRF no Paraná

1º trimestre de 2018
- 15,9 toneladas de maconha
- 92,9 quilos de cocaína
- 241,1 quilos de crack
- Total de drogas: 16,2 toneladas 
- 3,9 milhões de carteiras de cigarro
- 62 armas
- 8.383 munições
- 71 pessoas presas por tráfico de drogas


1º trimestre de 2017
- 4,2 toneladas de maconha
- 486,3 quilos de cocaína
- 8 quilos de crack
- Total de drogas: 4,7 toneladas
- 3,1 milhões de carteiras de cigarro
- 28 armas
- 4.589 munições
- 68 pessoas presas por tráfico de drogas