Cidades

Procissão reafirma fé nos milagres de Nossa Senhora

Regiane: “já foram muitas as graças alcançadas” (Foto: Fábio Matavelli)

Acontece nesta sexta-feira (12) a tradicional festa de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. A tradicional procissão em honra à santa inicia às 14 horas, saindo do hospital Bom Jesus e terminando no santuário diocesano (paróquia São Sebastião), com missa celebrada pelo bispo dom Sergio Arthur Braschi.

No santuário, desde o dia 3 acontecem novenas para preparar os fiéis. Em cada noite foi dada uma bênção específica: crianças, adolescentes e jovens, pães e alimentos, água, imagens e objetos, veículos, casais, carteiras de trabalho e trabalhadores, idosos e doentes e chaves de casas. Nesta quinta-feira, ocorria a oração pelos falecidos, às 19 horas.

Nessa véspera do Dia de Nossa Senhora Aparecida, a paróquia São Sebastião selecionou por sorteio algumas residências para receberem a visita da imagem que será conduzida em procissão nesta sexta-feira. Regiane de Jesus Perek e sua família receberam com alegria a imagem, trazida pelos integrantes da paróquia. Para ela, receber a santa é reafirmar toda a fé que ela e seus familiares depositam na mãe de Jesus Cristo. "Temos muitas graças alcançadas e procuramos ensinar essa devoção às crianças também. Minha filha Manuela, de quatro anos, sempre frequenta a novena", diz, na certeza de que o irmão de Manuela, cujo nascimento está previsto para o final do mês, também recebe as bênçãos de Maria. Regiane recorda pelo menos duas graças alcançadas através da devoção em Nossa Senhora Aparecida. Seu sobrinho precisou, aos oito anos de idade, fazer uma cirurgia na cabeça. Os médicos advertiram para o risco de que ele perdesse a fala e a capacidade de andar. "Mas ele saiu da cirurgia perfeito, e agora vai completar 10 anos de idade. Consideramos esse um milagre", diz Regiane.

 

Proteção

Outro milagre, na visão de Regiane, aconteceu com seu esposo Luciano. Ele sofreu um acidente grave de trânsito na avenida Presidente Kennedy, cerca de dois meses atrás. A caminhonete na qual ele estava ficou totalmente destruída, e ele chegou a ficar preso às ferragens, após sofrer um capotamento. "Quando os bombeiros conseguiram tirá-lo, depois de serrar a lataria, perceberam que tinha apenas arranhões. Ele foi encaminhado a hospital para exames, mas foi liberado no mesmo dia", relata.

O Reitor do Santuário Diocesano comentou a importância do dia da Padroeira:

Núcleo 31 de Março

Na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no Núcleo 31 de Março, que completa 51 anos em 2018, foi organizada uma peregrinação da imagem da padroeira do Brasil pelas casas dos doentes, acamados, idosos e das pessoas afastadas da Igreja. Eram 12 andores que visitaram mais de 144 famílias da comunidade, no 31 de Março, Jardim Giana, Jardim Conceição 1 e 2 e Jardim Aroeira. Nesta sexta-feira acontece missa e coroação de Nossa Senhora, às 19 horas. Dia 13, haverá terço missionário luminoso, às 18 horas, com a participação das crianças da catequese. No dia 14, missa solene às 10 horas. Na programação social, está prevista feira de pães e macarrão caseiro, dia 6, a partir das 11 horas. Dia 12, fogos de artifício, tarde recreativa e carreata, a partir das 12 horas. Dia 13, venda do bolo de Nossa Senhora Aparecida, com uma medalhinha de ouro. A partir das 15 horas, pastelada, bingo e binguinhos.

 

Santuário em Piraí do Sul

Em Piraí do Sul, a festa incluirá carreata, missa, churrascada, gincanas e momentos de oração. Tudo programado para o santuário de Nossa Senhora das Brotas, onde os festejos só perdem em importância para a comemoração do dia padroeira, Nossa Senhora das Brotas, em 27 de dezembro. A programação será aberta às 9 horas, com a 20ª edição da Festa do Motorista, que começa com carreata reunindo centenas de veículos, saindo da Igreja de São José Operário no centro da cidade, e se dirige ao Santuário de Nossa Senhora das Brotas, onde é realizada a aspersão dos veículos com água benta. Em seguida, é realizada a missa solene em frente à capela de Nossa Senhora Aparecida, no Caminho das Padroeiras, na parte inferior do bosque do santuário. Também é servido almoço, que vai de churrascada a lanches. À tarde, acontece a já tradicional gincana ‘Corrida Maluca’, além da reza do santo terço e Santa Missa.