Economia

Restituições do imposto de renda já somam R$ 65,83 mi na região

Consulta ao terceiro lote deste ano será disponibilizada nesta quinta-feira (8)

O terceiro lote de restituição do imposto de renda será depositado somente daqui uma semana para contribuintes de todo o país, mas a consulta já pode ser feita a partir desta quinta-feira (8) nos canais de atendimento da Receita Federal. Nos 62 municípios abrangidos pela Delegacia da Receita Federal em Ponta Grossa, 19.936 contribuintes serão contemplados por este lote, que injetará R$ 18,45 milhões na economia na região.

Destes, a maioria (19.552 contribuintes) receberá o valor referente à restituição do tributo deste ano, que perfaz a quantia de R$ 17,97 milhões; a eles cabem juros de 2,58%, calculados a partir de abril. Já o restante condiz a declarações de anos anteriores, dos exercícios de 2013 a 2018.

Conforme destaca a delegacia regional, os pagamentos são priorizados de acordo com a data da última declaração entregue. No segundo lote, por exemplo, foram restituídos o público preferencial e quem entregou a declaração no início do prazo, no começo do mês de março; neste devem estar incluídos os remanescentes do público prioritário e também todos os contribuintes que fizeram a sua declaração até o dia 6 de abril.

“Quem se encaixa em uma destas duas categorias e seu nome não consta no terceiro lote de restituição deve procurar entender qual é a irregularidade da sua declaração, para poder retificar antes que seja inserido na malha fina”, alerta o delegado regional da Receita Federal, Demetrius Soares.

A consulta pode ser feita através do site da Receita Federal (receita.economia.gov.br), pelo Receitafone, no número 146, ou pele aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições. É possível conferir o extrato da declaração entregue para verificação e eventual retificação de dado inconsistente, já que correções podem ser feitas até o final do ano antes da inserção na malha fina, que acontece sempre no mês de janeiro do ano seguinte.

Em Ponta Grossa também é possível procurar assistência junto ao Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) que, conforme destaca a delegacia regional, “possui estudantes treinados para auxiliar à população e indicar quais são as pendências para o processamento das declarações de Imposto de Renda”. O atendimento é gratuito e prestado no Edifício Imperador, à Rua Júlio de Castilhos, 620, esquina com a Rua Cel. Bittencourt. É necessário levar o número do recibo de entrega das duas últimas declarações realizadas.

Total

Somando este lote aos outros dois já depositados neste ano, desde junho a Receita Federal totaliza R$ 65,83 milhões injetados na região através de restituições do imposto de renda. Na comparação com os três primeiros lotes do ano passado verifica-se um aumento de R$ 3,83 milhões nos repasses, que representa uma alta nominal de 6,1% no montante para 992 contribuintes a mais.

 

Restituições do imposto de renda na região

2019: R$ 20,4 milhões (1º lote), R$ 26,97 milhões (2º lote), R$ 18,45 milhões (3º lote)

2018: R$ 19,26 milhões (1º lote), R$ 24,6 milhões (2º lote), R$ 18,13 milhões (3º lote)