Agribusiness

Reunião sobre trigo tem inscrições prorrogadas

A Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale ampliou para o dia 31 de maio o prazo para inscrição e envio de trabalhos para a 13ª edição da Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale (RCBPTT). A Reunião, que acontece entre os dias 3 e 4 de julho, em Passo Fundo/RS, reúne pesquisadores de todo o país em subcomissões técnicas para discutir os resultados e analisar as pesquisas desenvolvidas sobre as culturas do trigo e triticale nas áreas de Ecologia, Fisiologia e Práticas Culturais; Fitopatologia; Entomologia; Melhoramento, Aptidão Industrial e Sementes; Solos e Nutrição Vegetal e Transferência de Tecnologia e Socioeconomia.

A Reunião possui duas modalidades de participação de trabalhos: apresentação oral nas respectivas subcomissões ou em forma de pôster. Para ambas, os trabalhos devem ser relacionados às culturas do Trigo e/ou do Triticale. Podem ser inscritos em uma das seguintes subcomissões técnicas: Ecologia, Fisiologia e Práticas Culturais; Fitopatologia; Entomologia; Melhoramento, Aptidão Industrial e Sementes; Solos e Nutrição Vegetal e Transferência de Tecnologia e Socioeconomia. Para participar da seleção, o autor responsável pelo trabalho deve possuir inscrição regular no evento e enviar o trabalho pelo formulário do site.

A partir das discussões e apresentações de trabalhos científicos será publicado o livro: Informações Técnicas para Trigo e Triticale – Safra 2019.

Paralelamente a Reunião do Trigo, acontece o Fórum do Trigo 2019. As palestras e painéis acontecem no dia 2 de julho com a participação de cerca de 400 pessoas entre pesquisadores, produtores rurais, representantes da indústria e de empresas de agroquímicos. Nesta edição, a programação tem como temas as safras passadas e as perspectivas da cultura do trigo, debates relativos à armazenagem, legislação, comercialização e qualidade industrial.

Mais informações através do e-mail [email protected] A promoção é da Biotrigo Genética, com o patrocínio das empresas Basf, Syngenta, Bayer, Coamo, Granotec, Agrária, Apasem, FMC e apoio da Embrapa Trigo.