Esportes

“Sangue novo” no Fantasma

Buscando a reabilitação após duas derrotas consecutivas em Vila Oficinas, o Operário Ferroviário volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro da Série B neste sábado (12) contra o Londrina, às 16h30, no Estádio do Café. O desgaste da maioria dos jogadores que atuam no Brasileirão está sendo levado em consideração e o técnico Gerson Gusmão já adiantou que vai fazer mudanças drásticas na equipe, buscando a preservação dos atletas.

Apesar da entrega dos jogadores em busca dos resultados, o fato é que o time não consegue definir o placar a favor nos últimos jogos, desperdiçando oportunidades claras para balançar as redes. Alguns atletas do Fantasma, que vinham bem, caíram de produção nesta etapa da competição. Um deles é o atacante Felipe Augusto, artilheiro do time, com 8 gols, mas parece desgastado e não consegue mais concluir as jogadas com eficiência.

“Estamos indo para a 28ª rodada e alguns jogadores estão extremamente desgastados. Chegamos num ponto em que é preciso preservar e colocar sangue novo em campo”, disse o treinador alvinegro, que também entende que precisa melhorar alguns fundamentos. “Temos que melhorar alguns aspectos, as bolas alçadas na área e também as finalizações. Isso se reflete em toda a equipe, que buscou o resultado. Mas quando perde, perdem todos”, completou.

Avaliação

De olho no confronto diante do Tubarão, Gerson Gusmão também fez uma breve análise sobre o time na última rodada diante do Paraná. “Mais uma vez, fizemos um primeiro tempo melhor, mas acabamos não vencendo de novo. Depois de ficar com um jogador a menos, as coisas ficaram mais difíceis ainda. Mas nossos atletas foram valentes até o final, só faltou um pouco de calma. Ficamos tristes com o resultado, pois merecíamos ao menos um empate. Agora, precisamos juntar forças para vencer a próxima partida fora de casa. Temos que nos superar e recuperar os pontos perdidos se quisermos ir mais longe na competição”, disse o treinador alvinegro. (Foto: José Tramontin OFEC)