Saúde

Secretaria municipal de saúde confirma caso autóctone de dengue em Píraí do Sul

(Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde de Piraí do Sul confirmou, nesta quarta-feira (08), um caso autóctone de dengue (ou seja, contraído na cidade onde a pessoa vive). Diagnosticado no dia 22 de novembro de 2019, as amostras coletadas da paciente apresentaram sorologia positiva para a dengue, confirmadas pelo Laboratório Central do Estado (LACEN).

A paciente, uma jovem residente no bairro Victor Cioffi, não desenvolveu os sintomas da doença – febre; dor de cabeça, no corpo e nos olhos; cansaço e hemograma alterado –, realizou coleta de material para exames de rotina do próprio trabalho e continuou com suas atividades cotidianas.

De acordo com o Serviço de Alerta Climático de Dengue do Laboratório de Climatologia da UFPR, no período da notificação da doença, Ponta Grossa e região apresentavam médio risco para a proliferação do mosquito.

Esse é o primeiro caso de dengue no município de Piraí do Sul. De acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), o Paraná tem 5.889 casos confirmados, sendo 5.417 autóctones e 472 importados.

Notificações

Pertencente a área de abrangência do território da Unidade Básica de Saúde Maíra Milléo Weigert, o Victor Cioffi é um dos bairros com reduzido número de focos do mosquito Aedes aegypti, assim como quase todo o território. No restante da cidade, no entanto, foram notificados mais de 20 focos do mosquito, mas sem nenhum caso de dengue, sendo este o único caso autóctone.

“Este ano, com a epidemia de dengue registrada no estado do Paraná, a Secretaria Municipal da Saúde reforçou as ações de rotina para identificar os focos do mosquito. Além de realizar ações junto aos pontos estratégicos e que representavam risco potencial de proliferação do mosquito, teve o trabalho intensivo dos Agentes de Combate às Endemias (ACE) e também dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), que foram capacitados para monitorar as residências sempre que faziam alguma visita de rotina”, salienta o Secretário Municipal de Saúde, Julio Sandrini.

Prevenção

A coordenadora do Programa Municipal de Controle da Dengue, Jocimara Luzia Tambosi, ressalta que as ações de prevenção ainda são a melhor forma de combate à doença, com a eliminação de depósitos com água parada que se transformam em possíveis criadouros do mosquito da dengue. Isso porque o Aedes aegypti deposita seus ovos em recipientes com água.

Os 20 pontos considerados estratégicos para a proliferação do mosquito da dengue em Piraí do Sul são vistoriados rotineiramente pelos agentes de controle da dengue. A maioria dos focos foi encontrada em locais como borracharias, comércios de sucata e depósitos de transportadoras.

A Secretaria Municipal da Saúde realiza constantemente ações educativas para a conscientização da população sobre os cuidados para evitar a formação do criadouro do mosquito.

A ACE Tatiane Rodrigues dos Prazeres cita algumas dicas:

- Lave diariamente o pote de água dos animais de estimação;

- Caso tenha pneus velhos em casa, guarde-os em locais secos e cobertos;

- Garrafas vazias devem ser guardadas com o gargalo virado para baixo;

- Mantenha a caixa d’água bem tampada;

- Escorra a água dos vasos de flores e preencha os pratinhos com areia;

- Mantenha o lixo ensacado e vedado, até o momento da coleta;

- A piscina deve ser mantida limpa e com água tratada.