Variedades

Série sobre imigração holandesa é gravada nos Campos Gerais

Canal Max Vandaag esteve no interior do estado para falar sobre os desafios e o choque cultural enfrentado pelo povo holandês
Moinho da Castrolanda foi um dos cenários da gravação da série “Vaarwel Nederland”. (Foto: Divulgação)

As colônias de Castrolanda e Arapoti, localizadas nos Campos Gerais (PR), foram protagonistas de uma série de TV sobre imigração holandesa. Isso porque a região é povoada por centenas de descendentes e procura manter firme as tradições da Holanda. “Vaarwel Nederland” (“Adeus Holanda”, em português) vai mostrar a vida dos holandeses que deixaram para trás seu país de origem e embarcaram em busca de novos desafios e oportunidades. Os primeiros episódios da série mostram holandeses no Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos. Nesta edição, serão inseridos moradores da África do Sul, Israel e Brasil.

A grande onda migratória dos Países Baixos aconteceu a partir de 1948. O presidente da Associação Cultural Brasil - Holanda (ACBH), Koob Petter, conta que nesse período pós-guerra, incentivados pelo governo, cerca de 5% dos moradores do país deixaram sua terra natal. “Na década seguinte muitas pessoas começaram a se instalar no Brasil, mas sem perder a essência holandesa. Trouxemos muitos costumes, os quais seguimos até hoje”, comenta Petter. A fé, a educação e o cooperativismo são bases valiosas para os holandeses, e o que os mantêm fortes.

Durante as gravações, que também aconteceram em Carambeí e em colônias de São Paulo, como Holambra e Campos de Holambra, foram mostradas escolas, fazendas, igrejas e o desenvolvimento da atividade agropecuária na região, como a união das cooperativas locais Frísia, Castrolanda e Capal, que integram a marca Unium. “Eles puderam ver de perto como é a vida em outro País. Aqui, precisamos lidar frequentemente com a saudade e com as lembranças, mas por uma boa causa”, complementa o presidente da ACBH.

Outros assuntos comentados nas gravações foram as dificuldades e preocupações com a dupla cidadania. “Temos um grande desafio de conseguir o passaporte holandês para as novas gerações. Aos poucos, estamos estreitando nosso relacionamento com entidades holandesas para que esse trabalho seja desburocratizado”, diz Johan Scheffer, relações internacionais da associação. A ACBH também conta com um projeto que busca fazer conexões para possibilitar intercâmbio entre jovens do Brasil e da Holanda, o Global Integration, que facilita as experiências internacionais - importantes para o desenvolvimento profissional e pessoal.

O episódio Vaarwel Nederland gravado no Brasil poderá ser acessado a partir de março de 2020 no site da emissora.