Política

Sindserv protocola reivindicação dos servidores 

(Foto: Divulgação/Sindserv)

O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserv), Roberto Ferensovicz, protocolou na última segunda-feira (24), o documento com as reivindicações salariais dos trabalhadores para dar início as negociações da data-base da categoria, em maio.
A pauta foi definida na primeira assembleia dos servidores referente a negociação salarial de 2020 e inclui o repasse da inflação referente ao período de maio de 2019 a abril de 2020, projetada em 3,18% (a inflação acumulada até janeiro deste ano está em 2,39%  pelo IPCA – IBGE).
Além do repasse da inflação, foi apresentado o pedido da concessão de um vale-alimentação. “Em nosso entendimento, o vale-alimentação é uma medida inteligente, pois o valor concedido aos trabalhadores não repercute nos encargos sociais (como FGTS e INSS) e demais verbas que os servidores possuem”, explica Roberto. Segundo ele, outro ponto positivo é que o benefício não impacta no limite prudencial, e dessa forma, não há nenhum impedimento legal para a sua concessão. “Só depende da vontade política do governo municipal. Lembramos que em 2018 e 2019 a data-base foi concedida com atraso, no primeiro ano com quatro meses e no segundo ano, com cinco meses de atraso. O vale-alimentação compensaria parte desse prejuízo e seria um gesto concreto do prefeito para reparar esse erro cometido nos últimos anos", avalia.