Política

Temer diz ser inocente e afirma que não irá renunciar

Em pronunciamento oficial, o presidente Michel Temer afirmou que não irá renunciar. O chefe do Executivo assegurou que a investigação do Supremo Tribunal Federal (STF) irá comprovar a sua inocência.

Temer afirmou que as gravações em que ele aparece conversando com Joesley Batista, dono do grupo JBS, foram ilegais, e que em nenhum momento ele pediu dinheiro ao empresário.

O presidente ainda afirmou que solicitou o conteúdo das gravações, no entanto, o pedido fei negado pela Procuradoria-Geral da República.

PUBLICIDADE