Região

Tibagi investe mais de R$ 1 mi em estradas rurais de janeiro a setembro 

Mesmo diante de uma instrução para contenção de gastos, emitida na última semana pelo prefeito Rildo Leonardi, a Prefeitura de Tibagi, através da Secretaria de Transportes, fez um balanço dos investimentos no setor, de janeiro a setembro deste ano, e mostrou que já investiu mais de R$ 1 milhão na recuperação de mais de 800 quilômetros de estradas rurais, na instalação de bueiros e construção de pontes em diversos pontos do município. 

Além do montante investido na recuperação, corte, cascalho, combustível e mão de obra, o executivo também recebeu três escavadeiras hidráulicas, duas motoniveladoras, duas caçambas, um rolo compactador e uma pá carregadeira que totalizam mais de R$3,5 milhões, vindos através de emendas parlamentares.
A partir de agora o cronograma de trabalhos da secretaria será refeito e serão priorizadas situações emergenciais.

O prefeito Rildo Leonardi disse que o levantamento foi feito para dar uma satisfação à população. “As estradas são o grande desafio da gestão de qualquer prefeito em Tibagi, devido à grande extensão territorial. Com esses números a população vai poder conhecer melhor o nosso trabalho, que nem sempre é visto. O fato de termos recebido tantos equipamentos, não significa que temos condições de atender prontamente a demanda. Os equipamentos são um grande avanço e que com certeza nos facilitam o trabalho, mas enfrentamos uma grave crise financeira nacional e Tibagi não é diferente. Então, procuramos fazer da melhor forma, e mesmo diante das dificuldades financeiras, conseguimos aplicar mais de R$ 1 milhão, com recursos próprios”, explanou.

Segundo o gerente da Secretaria Municipal de Transportes, Paulo Cesar Martins, a partir de agora o cronograma de estradas será reformulado. "Devido a contenção de gastos, vamos fazer um novo cronograma atendendo apenas as situações emergenciais. Mas, o que fizemos até agora já foi muito mais do que foi feito em anos anteriores. Sabemos que ainda tem muito trabalho por fazer, mas esperamos que a população entenda que precisamos economizar para a Prefeitura não parar ", disse.

Trabalho

De janeiro até setembro deste ano foram recuperados 800 quilômetros de estradas, entre cortes, cascalho e regularização de alguns pontos críticos, como a Estrada do Cadeado, Tanque do Dide, Morro Chato, Vasto Horizonte, Barreiro, estrada principal do Guartelá, trecho entre Marabá e Ipiranga e Serra Gaias até Campina Alta. 

Oito mil metros cúbicos de cascalho foram comprados pela Prefeitura para a execução das obras, e dois mil metros cúbicos foram doados. Ao total, só para compra de cascalho, a Prefeitura destinou mais de R$ 160 mil.
Três pontes foram construídas ao longo do ano. No assentamento Iapará, entregue recentemente, e em Caetano Mendes, com recursos próprios da Prefeitura e no Morro Chato em parceria com Klabin.
Também foram instalados 25 bueiros por todo o município, entre elas estão Cachoeirão, Mangueira Preta e Caetanos Mendes.