Polícia

Tribunal do Júri de PG condena homem acusado de homicídio

O Tribunal do Júri de Ponta Grossa condenou na última quinta-feira (9) a 15 anos e 9 meses de reclusão um homem acusado por homicídio duplamente qualificado.

O crime ocorreu em abril de 2016 em um terreno baldio localizado às margens da BR-376, no Parque Autoestrada. De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Paraná, uma mulher teria sido morta por motivo fútil, em razão de uma dívida contraída para aquisição de drogas, e com utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, já que o réu desferiu nove facadas contra a mulher.

Atualmente preso na cadeia pública de Ponta Grossa, o réu, de 29 anos, cumprirá a pena em regime fechado.