Economia

Uma em cada três empresas de Irati já fez demissões durante a pandemia

Mais de um terço das empresas de Irati (36%), cidade do região dos Campos Gerais, já fez alguma demissão durante o período de isolamento social. É o que aponta a pesquisa sobre os impactos da covid-19 na estrutura econômica do município, publicada pelo Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas (Nerepp) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

A porcentagem considera apenas as empresas que tinham empregados antes da pandemia. “Importante destacar que mesmos nos estabelecimentos essenciais ocorreram demissões, bem próximo do observado no setor não essencial”, ressalta o estudo, assinado pela prof. Dra. Augusta Pelinski Raiher.

Analisando o tamanho das empresas, percebe-se que as de pequeno porte (66%) e as MEIs (45%) tiveram as maiores quedas de emprego. Entre as microempresas (28%), de médio (31%) e grande porte (29%) a porcentagem de estabelecimentos que já efetuou uma demissão é inferior a um terço.

Faturamento

Em relação ao faturamento, na média a perda foi de aproximadamente 39%, sendo 52% para as MEIs, 43% para microempresas, 36% para as empresas de pequeno porte, 22% para as de médio porte e 11% para as grandes empresas.

Considerando as áreas das empresas, 75% dos estabelecimentos do agronegócio mantiveram suas receitas, assim como 29% dos estabelecimentos da indústria, 25% dos estabelecimentos do comércio atacadista, dentro outros. “Importante destacar que entre os estabelecimentos da Gastronomia/Bares/Restaurantes, 11% conseguiram elevar suas receitas e no comércio varejista esse percentual foi de 3%. Portanto, essas empresas conseguiram se diferenciar e se inserir ainda mais no mercado frente à pandemia”, afirma a pesquisa.

Na contramão, com 80% ou mais de queda do seu faturamento, encontram-se 100% dos estabelecimentos das áreas de transporte de pessoas, evento e Turismo/Hotelaria/Atrativos. Na média, a área de transporte de pessoas e Turismo/Hotelaria/Atrativos perderam 93% do seu faturamento, seguidas da área de eventos (-90).

O estudo

A pesquisa é fruto de um questionário aplicado de forma online a 162 estabelecimentos da cidade de Irati - considerou-se como proxy para a população o total de estabelecimentos formais (1365), trabalhando com um nível de confiança de 90% e margem de erro de 6%. O estudo teve a parceria da Prefeitura Municipal, Associação Comercial e Industrial de Irat (ACIAI) e Sebrae.

Praticamente todos os principais tipos de segmentos foram atingidos pela amostragem. Na região dos Campos Gerais, Arapoti e Ponta Grossa também já tiveram pesquisas semelhantes divulgadas. Mais informações sobre elas estão disponíveis no site do DC.