no

Unopar Ponta Grossa tem nova direção

A Unopar Ponta Grossa está com nova direção. Gustavo Amoroso da Silva é o novo diretor e assume no lugar do professor Edson Júnior, que ficou à frente da unidade por 25 anos, três deles somente em Ponta Grossa, e que agora segue para novos projetos. 

Gustavo Amoroso é natural de Cravinhos (SP) e já atuava no Grupo Kroton como coordenador acadêmico. "Ainda não conhecia Ponta Grossa mas já expressões excelentes. É uma cidade bastante acolhedora e promissora para empreender", aponta. 

O diretor destaca a importância dos cursos de graduação e pós-graduação na vida das pessoas. "Tivemos uma recessão econômica e as pessoas deixaram de investir em graduação. Mas o mercado tem melhorado muito e as chances de estudar estão aumentando muito. E a Unopar tem se adequado para ofertar bons cursos presenciais e à distância", destaca.

Gustavo comenta ainda sobre melhorias da infraestrutura da instituição, além de iniciativas ligadas à inovação e de responsabilidade social junto à comunidade. "O meu objetivo é dar continuidade a estes projetos. Temos ainda o Núcleo de Práticas Jurídicas que atende a população e voltará com o seu funcionamento normal em março. Temos ainda o projeto Girassol, do curso de enfermagem, para atender as gestantes", lembra. 

O então diretor da instituição, Edson Júnior, relembra quando iniciou a trajetória na Unopar em Londrina. "Comecei na matriz em Londrina, quando ainda não era grupo Kroton, depois atuei em Santa Catarina e aqui em Ponta Grossa encerrei a minha carreira. Mesmo não sendo natural daqui, resolvi continuar para abrir as portas de uma escola de inglês. Gostei muito dessa cidade", comenta. 

Aulas 

As aulas na Unopar retornam no dia 17 para veteranos e 28 para calouros. "Temos ótimas opções com descontos na modalidade EAD e presencial", finalizou Gustavo Amoroso. (L.S.)
 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Governo estadual contrata peritos oficiais e agentes de necropsia

Saúde alerta sobre circulação do vírus da febre amarela