Cidades

Usuários questionam itinerário de ônibus

AMTT afirma que problema foi temporário (Foto: José Aldinan)

Começaram na quarta-feira (12) as obras na rua do Rosário, na área central de Ponta Grossa. A revitalização exige alterações no tráfego dos veículos, e também no itinerário de alguns dos ônibus que fazem o transporte público na cidade. Embora atrasos sejam esperados, os usuários do sistema questionam o itinerário alternativo que vem sendo aplicado.

Tânia Mara Reis de Almeida faz uso da linha Vila Liane. Segundo ela, o trajeto que, normalmente, dura 35 minutos na volta do trabalho, na quinta-feira (13) demorou cerca de uma hora. Na manhã desta sexta-feira (14), ela deveria chegar ao trabalho às 8h15, mas acabou chegando às 8h40.

“Acho que precisaria de agentes de trânsito para orientar a travessia dos ônibus da rua Lamenha Lins para a avenida Bispo Dom Geraldo Pellanda. É muito difícil a travessia em horários de pico. Ou então, os ônibus podiam ter preferência de passagem pela rua Tenente Hinon Silva, que evitaria o trajeto pela Dom Geraldo Pellanda”, sugere.

A assessoria de imprensa da AMTT informou que agentes foram posicionados no cruzamento da Dom Geraldo Pellanda com Lamenha Lins ainda na manhã de sexta-feira, e a passagem pelo local foi otimizada. A Autarquia também informou que o tráfego pela rua Catão Monclaro deve estar liberado a partir deste sábado (15), reduzindo os transtornos na região.