Cidades

UTFPR Ponta Grossa conclui nova versão de protótipo de respirador

Equipamento passar por avaliação de especialistas
(Foto: Fábio Matavelli)

Pesquisadores do Laboratório Colaborativo (Collab) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) campus Ponta Grossa concluíram a segunda versão do protótipo de ventilador mecânico, a ser utilizado em unidades hospitalares para auxiliar no tratamento de casos de covid-19.

A proposta de desenvolvimento e montagem de equipamento de menor custo que os similares disponíveis no mercado foi anunciada em 28 de abril, fruto de parceria entre UTFPR e DAF Paccar, a partir da iniciativa da empresa. O protótipo utiliza um motor de limpador de para-brisas de caminhões fabricados pela DAF.

Agora, a nova versão foi montada com equipamento que tem menor volume e estrutura modular, que deve facilitar operação e manutenção. Nos próximos dias, o protótipo deve ser levado até o Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU), onde passará pela avaliação e validação dos profissionais da área de saúde, ainda sem uso em pacientes.

Os profissionais farão apontamentos e, uma vez feitos eventuais ajustes necessários, o protótipo deve ser levado até Curitiba, analisado por outra equipe profissional para que posteriormente seja encaminhado para homologação pelas autoridades competentes.

O professor Joaquim de Mira Jr. é um dos coordenadores do projeto e explica que, na sequência, será montada uma série de 10 equipamentos para testes em escala, enquanto seguem os procedimentos de análise e aprovação.

 

Parcerias

Para viabilizar a montagem desses equipamentos, os pesquisadores da UTFPR continuam contando com o apoio da DAF Paccar, e com a parceria em serviços e equipamentos das empresas Águia Sistemas, B2 Automação Industrial/Dunexa e Oxigênesis.

“Também recebemos recursos da Justiça Federal e Ministério Público Federal. Ainda houve repasses do Rotary Club Ponta Grossa Alagados, da Chevrolet Cipauto e de secretários municipais”, diz De Mira. A pesquisa aguarda outros repasses, de instituições que anunciaram o apoio logo após a apresentação dos primeiros resultados da pesquisa e da primeira versão do protótipo.