Saúde

UTI do Hospital de Reabilitação recebe a primeira paciente

É uma mulher de 67 anos, do município de Coronel Vivida. Depois de 10 meses esperando, finalmente na quinta-feira (3) ela fez o procedimento para a retirada de um tumor na cabeça.
(Foto: Geraldo Bibniak/AEN)

A primeira paciente a utilizar um dos dez novos leitos de UTI do Hospital de Reabilitação Ana Carolina Moura Xavier, em Curitiba, inaugurados nesta semana pelo governo do Estado, é uma mulher de 67 anos, do município de Coronel Vivida. Depois de 10 meses esperando, finalmente na quinta-feira (3) ela fez o procedimento para a retirada de um tumor na cabeça.

“Ficamos muito felizes quando colocamos para funcionar uma estrutura que sequer equipamentos tinha e estava fechada há dez anos. Hoje, poder determinação do governador Ratinho Júnior, podemos dizer que parte da missão foi cumprida, porque abrimos as portas da UTI e já atendemos uma paranaense do interior”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Foram três horas de cirurgia, sob o comando do chefe da Neurocirurgia do Hospital do Trabalhador (HT), Luiz Borba, que contou ainda com mais sete profissionais assistentes.

“Foi um sucesso. A UTI está completa e pode dar todo o suporte necessário para a paciente agora na sua recuperação. Era um caso com algumas complicações, porque já tinham sido feitas duas cirurgias anteriormente, feito radioterapia e o caso voltou. E hoje fizemos o procedimento, com total tranquilidade e suporte, depois de um tempo de espera da paciente”, afirmou o médico.

A previsão é no aumento do número de procedimentos até o final do ano, chegando a 400 por mês. Agora, com a nova estrutura e leitos em funcionamento, na opinião do diretor do HR, Geci Labres de Souza Júnior, a entrada da primeira paciente para a recuperação marca um momento importante da saúde no Estado.

“Isso é histórico, porque colocamos já para funcionar a UTI e já estamos atendendo os paranaenses, depois de uma longa data de espera para abertura deste espaço. A família também está muito contente e esperamos cada vez mais ajudar na recuperação das pessoas”, disse o diretor do HR, Geci Labres de Souza Junior.