Esportes

Vasco encara Ceará visando segundo triunfo no Brasileirão

Em busca de mais um resultado positivo pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama entra em campo nesta quinta-feira (13), às 19h15, para enfrentar o Ceará no Estádio de São Januário. O Cruzmaltino irá encarar o Vozão embalado pela grande vitória conquistada na semana passada diante do Internacional. Válida pela nona rodada do torneio nacional, a partida será transmitida para todo o país pelo canal por assinatura Premiere.

Diante do clube cearense, o treinador Vanderlei Luxemburgo voltará a ter à sua disposição o volante Lucas Mineiro e o meio-campo Valdívia. O primeiro cumpriu suspensão automática contra o Colorado, enquanto o segundo não atuou em virtude de uma cláusula contratual. Quem figura outra vez entre os relacionados é o zagueiro colombiano Oswaldo Henríquez, que teve uma atuação segura diante dos gaúchos.

“Foi um resultado positivo pelo momento que o clube está passando. É uma forma de mostrar que quando todo mundo está unido é muito fácil superar as adversidades. Foi um jogo onde a torcida compareceu, apoiou e demonstrou uma energia que fez o rival sentir o jogo. Nós também sentimos essa atmosfera e ficamos extremamente felizes com o voto de confiança. Demonstramos muita luta. Foi muito bom poder voltar, ajudar o time e dar minha contribuição. Trabalho muito forte para isso e estou sempre à disposição. O mais importante é todo clube ficar ciente que precisa se unir mais, jogadores, torcedores e todo mundo, pois o trabalho tem que ser ainda maior”, afirmou o camisa 3, que chamou a atenção de todos pela liderança demonstrada durante os 90 minutos.

“Eu me senti muito motivado. O professor Luxemburgo é uma referência no futebol brasileiro e passou exatamente o que o Vasco estava precisando. Todos temos que saber a grande desse clube, o Gigante que é o Vasco da Gama. Entrei na intenção de ajudar o time e passar muita confiança para os companheiros. Temos que acreditar em nós mesmos e em quem está do nosso lado, pois o Brasileiro é difícil e todos precisam estar unidos. Minha contribuição foi muito também na comunicação, pois falo bastante dentro de campo. Pedi foco e concentração durante os 90 minutos, principalmente depois que a gente sofreu o gol”, complementou o experiente defensor.

Oswaldo Henríquez, não custa lembrar, sofreu uma luxação no segundo tempo do jogo contra o Internacional, mas demonstrou bravura ao retornar ao gramado e ajudar o Cruzmaltino a segurar o ímpeto ofensivo do time adversário. Ao comentar a decisão, que rendeu elogios de Vanderlei Luxemburgo, o camisa 3 afirmou que todo jogador que veste a camisa de um Gigante precisa superar limites. 

“Eu acho que na vida todos passamos por momentos de dificuldade e a mensagem que sempre passo para todo mundo é que precisamos superar nossas adversidades. Muitas vezes somos nós que botamos limites. Eu vejo o ser humano como um máquina de superar limites. Quando aconteceu a luxação, eu não pensei em sair, quis superar tudo, ir um pouco além, superar o limite. Pensei que era uma oportunidade importante e queria continuar ajudando o time. A paixão e a vontade de ganhar me fizeram permanecer em campo. São coisas que um atleta de futebol nunca pode perder, e sempre serei um cara bastante competitivo”, finalizou Oswaldo Henríquez. (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)