Cidades

Vigilância Sanitária fechou 80 estabelecimentos em 2019

Ações rotineiras ocorrem em vários ambientes
(Foto: Fábio Matavelli)

O setor de vigilância sanitária da prefeitura de Ponta Grossa realizou, neste ano, a abertura de cerca de 80 processos administrativos que resultaram na interrupção de atividade, ainda que temporária, de estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços. O número está em um levantamento feito pelo município, a pedido do DC.

As estatísticas da Saúde também revelam um aumento nas vistorias realizadas, nos últimos quatro anos. Em 2016, foram vistoriados 6.114 estabelecimentos; em 2017 foram 7.231; em 2018 foram 7.330. Neste ano, somente até esta semana, já foram mais de 7.640 vistorias. Uma das mais recentes, na última terça-feira (19), resultou em fechamento de lanchonete na praça de alimentação de um shopping da cidade, devido a vazamento e extravasamento do esgotamento sanitário na área de produção. Uma medida cautelar, até que ocorra adequação.

Esse é o resultado de fiscalizações rotineiras realizadas através de demandas de liberação de alvará, renovação de licença, reclamações, demandas do Ministério Público e ações de prevenção intensificadas em épocas que antecedem feriados.

Segundo o departamento, os estabelecimentos fiscalizados pela vigilância são hospitalares, locais de produção de medicamentos e insumos para saúde, de alimentação, de serviços de saúde, de comércio em geral que envolva produtos e serviços de saúde, de produção de alimentação, estabelecimentos que envolvam saúde do trabalhador, saneamento básico, entre outros.

Qualquer pessoa pode denunciar irregularidade nesses setores, solicitando a vistoria das equipes de Vigilância Sanitária. O pedido pode ser feito através do número 156 ou pela Ouvidoria da Saúde, pelo telefone 0800-643-9595.