Coluna DC
Comissão aprova reajuste de servidores do Legislativo, TJ, MP, TC e Defensoria
Foto: Kleyton Presidente/Alep
(Foto: Foto: Kleyton Presidente/Alep)

Em reunião realizada nesta segunda-feira (02), a Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou pareceres favoráveis às propostas que concedem reposição salarial de 4,94% aos servidores dos Poderes Legislativo e Judiciário, Ministério Público, Tribunal de Contas e da Defensoria Pública do Estado retroativa a 1º de maio. As proposições foram relatadas pelo deputado Tiago Amaral (PSB), que se manifestou favorável a elas. A comissão também aprovou parecer favorável ao projeto de lei que isenta de pagamento do IPVA os veículos movidos a motor elétrico até o dia 31 de dezembro de 2022.

Frase
"Reduzir salário hoje de quem já entrou numa regra, eu acho ruim. Tirar estabilidade de que já entrou com essa regra, é ruim", presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), que afirmou ser contra uma reforma administrativa que retire dos servidores públicos o direito à estabilidade.

Investimentos 
O Governo do Paraná aumentou em 202,79% o volume de investimentos no primeiro semestre deste ano, no comparativo com o mesmo período de 2015. O levantamento foi feito pelo jornal Valor Econômico e mostra que o Estado já liquidou R$ 497 milhões no período analisado. No geral, os investimentos estaduais sofreram queda de 52%.O impresso avaliou o desempenho dos atuais governos com o início das administrações imediatamente anteriores (2015) nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. O índice de crescimento do Paraná está bem à frente dos demais entes federativos. 

Reforma da Previdência 
O relator da reforma da Previdência no Senado, Tasso Jereissati (PSDB), apresenta na quarta-feira (4) a complementação do parecer lido na semana passada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. Nesses dois dias, o senador deve se debruçar na análise de mais de 200 emendas – sugestões de alteração ao texto – que ainda estão sem parecer.  Até o início da tarde de ontem (2), 378 emendas haviam sido apresentadas. No entanto, mais da metade, 233, ainda dependem da análise de Tasso. O trabalho do relator pode aumentar muito ainda, já que emendas podem ser apresentadas até o final da discussão da matéria na comissão.

Despesas com pessoal
O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponta Grossa (SindServ), Roberto Ferensovicz, se reúne nesta terça-feira (3) com o controlador-geral do Município, Lauro Costa, para falar sobre o limite de gastos da administração com a folha de pagamento e principalmente sobre as nomeações de cargos em comissão após o Município extrapolar o limite de despesas com pessoal. Na avaliação do SindServ, a situação em Ponta Grossa é bastante grave, já que desde o segundo quadrimestre de 2016, o limite tem sido extrapolado. 

LDO
Os vereadores de Ponta Grossa aprovaram, durante sessão desta segunda-feira (2) o projeto de lei 260/19, de autoria do Executivo, e que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para a elaboração dos orçamentos do Município para o exercício de 2020. Segundo o secretário municipal da Fazenda, Cláudio Grokoviski, o orçamento da Prefeitura de Ponta Grossa deve superar R$ 1 bilhão em2020, cerca de 6% maior do que o projetado para este ano. No processo de elaboração da LDO, a população também pôde contribuir com a preparação das metas e prioridades da administração para o próximo ano, através do preenchimento de um questionário.