Visão Empresarial
Como saber se estou agindo com base no meu potencial ou sendo prepotente?

Autoridade

Algumas pessoas confundem o significado e a origem das palavras potencial e prepotência. O potencial como já expliquei durante essa semana aqui na coluna Visão Empresarial, é a capacidade que uma pessoa tem de desenvolver algo, porém esse potencial requer esforço, requer aprendizado, requer desenvolvimento. Já a prepotência que vem de pré – à frente, e potência no sentido de poder, é a atitude daquela pessoa que coloca o seu poder na frente de qualquer outra coisa. A prepotente é aquela pessoa que via-de-regra tenta impor a sua autoridade de maneira quase que inequívoca e de uma maneira muito arrogante, determinando que todas as pessoas a sua volta não têm a mesma capacidade e não têm o mesmo potencial e sequer tem o mesmo talento que o prepotente.

 

*****

Bons resultados

Logo, é muito fácil a gente confundir potencial com prepotência. Basta você analisar o que você faz com esta sua capacidade de realizar algo. Se você utiliza este potencial ou o seu talento para trazer as pessoas mais perto de você, para atingir bons resultados sem que isso impacte em algo negativo para outras pessoas efetivamente você está sendo um profissional que utiliza o seu potencial de maneira correta. Já, se você utiliza o conhecimento que tem, utiliza o potencial e o talento que tem para afastar as pessoas, para humilhar as pessoas, para de alguma maneira fazer uma espécie de autoidolatria de elogiar a si mesmo, de se julgar como alguém sendo superior tenha certeza de que além de não utilizar o seu potencial da maneira correta está mais próximo da prepotência.

 

*****

Poder

Prepotência, portanto, é a característica das pessoas que usam tudo de bom que sabem fazer não para aglutinar, para trazer outras pessoas ao seu entorno, mas ao contrário para de alguma maneira demarcar território e tentar conquistar uma falsa posição de poder. É falsa porque qualquer tipo de situação cujo poder buscado não é legítimo, é de maneira artificial, não se sustentará ao longo do tempo. Assim fica a dica. Use todo o seu potencial e potencialize também o seu talento, mas jamais transforme o potencial em prepotência. Pense nisso!

 

Luciano Salamacha