Visão Empresarial
Contra as provocações recebidas na empresa a melhor defesa é o ataque?

Revide

Existe um ditado que é muito comum no meio militar, atribuído a Napoleão Bonaparte: “em muitos casos a melhor defesa é o ataque”. Porém, um cuidado deve ser tomado nessa hora. Quando um profissional é objeto de provocação na empresa, este ditado pode trazer mais problemas do que alegrias. Quando um grupo de funcionários resolve incomodar um colega, elegendo-o para ser o foco das provocações, o processo de revide é tudo que eles desejam. Na verdade, ao revidar as provocações recebidas um profissional pode gerar dois problemas distintos.

 

*****

Coinsequências

O primeiro é que ao agir assim a pessoa está dando liberdade e autorizando os colegas a continuarem zombando da sua imagem. Logo, essa não é uma estratégia recomendada. O segundo caminho, o qual também gera consequências negativas, é quando o contra-ataque acaba ofendendo a outra parte. Nessas horas um profissional pode passar de vítima ao grande causador de problemas na empresa. A recomendação é para que não se permita que a emoção sobreponha à razão, pois a emoção gera atitudes impulsivas, mal pensadas e ainda consequências terríveis para a carreira de um profissional competente, mas está sofrendo algum tipo de perseguição.

 

*****

Aprender

Já a razão orienta a pessoa para atitudes acertadas e que geram um resultado prático.
Por isso uma boa saída para quem está enfrentando esse tipo de problema, é investir fortemente nos resultados que gera para a empresa. Entretanto, se você é um profissional que tem resultados abaixo da média, é melhor ser humilde e aprender com os colegas como se trabalha para somente depois reclamar do tratamento recebido. É que sua chefia vai sempre pensar no que é melhor para a empresa antes de dizer o que é melhor para você.

 

Luciano Salamacha