Marketing e Negócios
Funil de vendas

O funil de vendas é uma metodologia que te ajuda a fazer gestão profissional de vendas. Ele serve para negócios de qualquer segmento de atuação ou tamanho. O nome "funil" é uma analogia pois o funil de vendas é composto por três etapas: topo, meio e fundo. Sendo que o seu tamanho começa maior pelo topo e vai reduzindo até chegar ao fundo.

Mas é importante destacar que construir o funil de vendas ajuda a aprimorar o processo comercial de uma empresa, independente do segmento. Com o funil de vendas é possível entender e gerenciar a origem das vendas, o processo que os clientes fazem antes de comprar de você, enquanto ainda estão pesquisando e também após a compra efetivada, no comportamento pós-compra.

Após o mapeamento, você faz duas coisas:

  • Mapeie a origem dos contatos mais quentes (os com maior índice de vendas).
  • Mapeie o que pode fazer para melhorar os índices de conversão para cada etapa do funil de vendas.

Mas como saber qual a melhor fonte de clientes?

Não existe outra forma além de medir e analisar. Quantos procuraram por Google x quantos agendaram uma reunião ou apresentação do produto x quantos compraram. E assim para cada uma das diferentes fontes de entrada de clientes.

"O que não é medido não é gerenciado".

A frase de William Deming faz todo sentido para o funil de vendas. Não há maneira de fazer uma gestão de vendas eficiente, sem:

  • Mapear a jornada de compra;
  • Medir a entrada de contatos no funil de vendas;
  • Criar ações para aumentar a entrada de contatos pelo melhor canal;
  • Medir a conversão de cada etapa do funil de vendas;
  • Criar ações para melhorar a conversão;
  • Fazer tudo de novo até você ter o modelo ideal de vendas para o seu negócio.

Pode parecer complicado à primeira vista, mas após uma análise mais aprofundada fica claro que o funil de vendas é algo intuitivo e muitos negócios já utilizam, mesmo sem chamar por esse nome.

 

Lucas Ribas, o autor é diretor da agência yard.