Toque de Letra
Jogo encardido pela frente

Com passagem comprada para a segunda fase da Copa do Brasil e com uma boa sequência de vitórias, o Operário Ferroviário entra em campo neste domingo para enfrentar a equipe do Paraná Clube. Ambos vivem situações diferentes neste Campeonato Paranaense. Embalado, o Fantasma busca a ponta da tabela e ao que tudo indica, deve ficar entre os quatro primeiros na classificação ao término desta primeira fase.

Já o Tricolor da Vila Capanema vive um drama dentro e fora de campo e uma derrota para o Alvinegro de Vila Oficinas, pode levar o time a conviver com a zona de rebaixamento do Estadual. Portanto, a expectativa é de um jogo dramático para o Tricolor, que já foi a maior potência do futebol paranaense, na década de 1990. Hoje, passa por dificuldades financeiras e vem fazendo uma campanha modesta no Campeonato Paranaense.

Para esta partida, o técnico Gerson Gusmão ganhou a semana inteira para recuperar jogadores e trabalhar melhor o encaixe do time. Algo raro desde o início da temporada. Desta forma, a expectativa fica por conta de um time ainda mais descansado e motivado para este confronto regional, que pode alavancar a campanha do Fantasma na temporada.

Porém, como o futebol prega peças a todo momento, este com certeza será um jogo encardido para o Operário Ferroviário. Embora o time alvinegro esteja subindo de produção a cada rodada, não significa que a vitória está garantida neste domingo. O Paraná tem tradição e precisa muito da vitória. Vai jogar em casa e só pelo fato de ter o Fantasma pela frente, já serve de estímulo a mais para a equipe da capital buscar uma arrancada e fugir da crise.