Momento Espirita
Perdão e Arrependimento

Quando alguém perdoa, deverá mostrar a superioridade de seus sentimentos para que o culpado seja levado a arrepender-se da falta cometida?

O perdão sincero é filho espontâneo do amor e, como tal, não exige reconhecimento de qualquer natureza.

O culpado arrependido pode receber da justiça divina o direito de não passar por determinadas provas?

A oportunidade de resgatar a culpa já constitui, em si mesma, um ato de misericórdia divina, e, daí, o considerarmos o trabalho e o esforço próprio como a luz maravilhosa da vida.

Estendendo, todavia, a questão à generalidade das provas, devemos concluir ainda, com o ensinamento de Jesus, que “o amor cobre a multidão dos pecados”, traçando a linha reta da vida para as criaturas e representando a única força que anula as exigências da lei de talião, dentro do Universo infinito.

“Concilia-te depressa com o teu adversário” - Essa é a palavra do Evangelho, mas se o adversário não estiver de acordo com o bom desejo de fraternidade, como efetuar semelhante conciliação?

Cumpra cada qual o seu dever evangélico, buscando o adversário para a reconciliação precisa, olvidando a ofensa recebida. Perseverando a atitude rancorosa daquele, seja a questão esquecida pela fraternidade sincera, porque o propósito de represália, em si mesmo, já constitui numa chaga viva para quantos o conservam no coração.

Por que teria Jesus aconselhado perdoar “setenta vezes sete?”.

A Terra é um plano de experiências e resgates por vezes bastante penosos, e aquele que se sinta ofendido por alguém, não deve esquecer que ele próprio pode também errar setenta vezes sete.

(Fonte: O Consolador, questões 335 a 338)

PROGRAMAÇÃO DOUTRINÁRIA

A Sociedade Espírita Francisco de Assis de Amparo aos Necessitados - SEFAN, à Rua Santos Dumont, 646, realiza durante a semana:

Grupos de Estudos diariamente em vários horários.

Palestras Públicas com Passes e Atendimento Fraterno nos seguintes horários:

2ªs às 14h30 / 3ª 17h e 20h / 4ª 19h30 / 5ªs 10h e 14h30 / 6ª 17h / Sábado 16h / Domingo 9h30

No domingo 08/12/19, às 10 horas:

Evangelização Infanto-Juvenil.

Palestra pública com o orador VALDINEY JOÃO DE OLIVEIRA, colaborador da entidade, que abordará o tema O AUTOCONHECIMENTO.

MUITA PAZ E LUZ A TODOS