Visão Empresarial
Qual o erro mais comum que um profissional comete quando tenta melhorar o ambiente de trabalho?

Percepção

Uma pergunta chave que serve para qualquer profissional, para qualquer empresa e para qualquer situação quando se trata de falar em ambiente de trabalho é perguntar: melhor ambiente de trabalho para quem? Às vezes um profissional fica irritado ou desmotivado achando que o ambiente de trabalho não é propício para o exercício da sua função. Entretanto, é o olhar desse profissional que está prevalecendo. Por isso, antes mesmo de agir é muito importante que uma pessoa tente observar qual é a percepção das outras pessoas que compõem a equipe a respeito da qualidade do ambiente de trabalho.

 

*****

Adaptar

Eu já vi situações em que determinado profissional fazia de tudo para alterar a maneira pela qual os colegas trabalhavam achando que com isso estava contribuindo para ter um ambiente mais saudável quando, na verdade, esse profissional queria que todos os seus colegas se adaptassem ao seu modelo de atuar. Algo assim: essa pessoa era expansiva e gostava de trabalhar ouvindo música, gostava de conversar todo o tempo com os colegas e foi inserido numa equipe de pessoas altamente técnica que tinham na concentração e principalmente no silêncio o grande fator de produtividade.

 

*****

Desconforto

Não é preciso dizer que se de um lado esse profissional que gostava de música e de barulho achava que o ambiente não era bom, de outro ele tentava impor aos seus colegas que gostassem desse mesmo padrão desrespeitando as preferências dos demais. Assim, a recomendação hoje é simples e prática. Na hora de falar de um bom ambiente de trabalho é importante entender que talvez esse ambiente de trabalho seja aquele que não agrada fortemente todos da equipe, mas ao contrário, traz um pequeno desconforto para cada um como: todos cedem! Não é ambiente para um, mas é o ambiente que melhor harmoniza os diversos interesses da equipe. Pense nisso!

 

Luciano Salamacha