Visão Empresarial
Quanto você pode ser um emissor de “memes” na sua organização?

Comportamento

Quando a gente fala de memes temos que lembrar que é qualquer tipo de som, de movimento, de palavras, de imagem, que traga junto um significado e lembrando que significado é uma expressão que vem do latim: sinal que leva você a fazer alguma coisa. Logo, é importante que um profissional tenha em mente que assim como é vítima, assim como é receptor de memes, é também um emissor de memes. Nesse aspecto cada pessoa deve ponderar como está sendo o seu comportamento e principalmente se está se comportando na medida correta no cargo que exerce, na responsabilidade que tem dentro da empresa.

*****

Interesse

Já vi situações em que um gestor comunicava de maneira verbal e até mesmo por escrito a todos da equipe que exigia austeridade, que exigia disciplina no cumprimento de todas as regras da organização, porém esse mesmo gestor quando aparecia algum tipo de situação em que a regra precisava ser adaptada, por conta de algum interesse pessoal ou até mesmo de um interesse da própria empresa, o gestor simplesmente fazia a exceção e não explicava nada a ninguém. Significa que esse gestor emitia memes, emitia comportamentos que continham significados diferentes daquilo que normalmente ele falava ou escrevia.

*****

Comunicação

Depois, com o tempo ele passou a ser desrespeitado dentro da organização, passou a ser uma pessoa que embora exigisse que a equipe cumprisse determinadas regras não era respeitado como gostaria e até mesmo como deveria ser respeitado. Resumindo, às vezes o simples observar, a simples percepção e sensibilidade para analisar se o próprio comportamento já não vem estimulando uma comunicação diferente pode ser o suficiente para que o gestor evite ter grandes problemas dentro da empresa. Pense nisso!

Luciano Salamacha