Mercado de trabalho e emprego
Recrutamento e Seleção:  Pretensão salarial

Considerada pelos candidatos como um dos “ponto chave” dentro de um processo seletivo, a pergunta sobre a pretensão salarial causa desconforto e dificuldades para muitos, durante o processo de entrevista. Porém, esta pergunta é vista por recrutadores, como apenas uma variável de ajuste entre as expectativas pessoais e a remuneração disponível pela organização.

Para os candidatos, a melhor forma de descrever seus objetivos financeiros, é partir do relato de sua última remuneração. Assim, o profissional responsável pela avaliação terá condições de apresentar ou propor as condições salariais disponíveis pela empresa. Utilizando deste discurso, o candidato traz ao recrutador a responsabilidade de relatar qual a oferta para a oportunidade em questão, isentando o candidato da responsabilidade da definição imediata de um valor.

Ao ser questionado sobre sua pretensão salarial, discursos baseados sobre a inflexibilidade salarial ou o relato de expectativas salariais acima da média para a função, são considerados aspectos negativos em uma entrevista. Lembrar que durante este momento existe um modelo de negociação financeira entre as “duas partes interessadas” é a melhor forma de chegar a um acordo para ambos.

A forte concorrência entre profissionais qualificados e a baixa oferta de vagas em determinadas áreas, promovem uma depressão nas condições salariais ofertadas pelo mercado. Portanto, apresentar a disposição para negociar as condições financeiras e em algumas situações, estar disponível a aceitar ofertas salariais de menor valor, são maneiras de conquistar uma nova oportunidade no mercado de trabalho. A partir disso, será possível demonstrar todo o conhecimento e experiência adquirida na função, sendo possível a progressão salarial e de carreira em um futuro próximo.