Visão Empresarial
Se tenho potencial para uma atividade, obrigatoriamente significa que tenho talento?

Diferença

Há uma diferença que as pessoas precisam entender entre potencial e talento. O potencial é a capacidade que nós temos de poder realizar alguma coisa. Já, o talento é a capacidade que nós temos de realizar algo muito bem com extrema facilidade. Aí está a diferença entre potencial e talento. Se eu tenho potencial para algo pode ser que eu tenha de demonstrar muito esforço para fazer bem aquilo. Pode ser que eu tenha de me dedicar muito, suar muito para aprender a fazer aquilo e, tenha certeza, cada vez que tiver de fazer terei de manter esse esforço, terei de manter esse preparo em alto nível. Já, quem tem talento, pega esta mesma atividade e a exerce com uma facilidade tão grande, com uma aptidão natural tão grande que até mesmo fica difícil de dizer de onde vem aquilo.

 

*****

Facilidade

O talento, portanto, é aquela característica que um profissional, uma pessoa tem de conseguir desempenhar com extrema facilidade qualquer tipo de atividade cujos resultados são de alto nível até mesmo beirando a excelência diferentemente daquele que tem potencial e vai aprender a fazer aquilo, irá fazer uma boa entrega, uma entrega satisfatória, mas que não tem a mesma facilidade daquele que tem talento. Por que isso é importante? Porque quando nós começamos a mapear todas as potencialidades que temos na nossa vida também precisamos enxergar que não necessariamente temos de ter talento para aquela atividade. Em bom português é o seguinte. Imagine que você tenha uma fábrica de confecções e você tem uma funcionária ou funcionário que tem talento para fazer algum tipo de costura.

 

*****

Técnicas

Essa pessoa somente ao olhar determinado tipo de tecido consegue fazer com precisão cortes, consegue fazer com precisão determinados tipos de acabamentos que outra pessoa que não tem esse talento também consegue fazer, mas utilizando técnicas apuradas enquanto que quem tem talento nem sempre utiliza uma régua, uma fita métrica para poder desenvolver determinado corte. Aquele que não tem talento, mas tem potencial também consegue fazer aquela atividade, porém utilizando todos os instrumentos. Essa é a diferença fundamental e nós profissionais não podemos confundir que ter talento é fazer com facilidade e entregar altos resultados. Contudo mesmo quando não temos, mas exploramos nosso potencial conseguiremos sim fazer muitas atividades e fazê-las bem feitas, algo suficiente para nos manter vivos no meio corporativo. Pense nisso!

 

Luciano Salamacha